12 setembro 2010

Primeiro turno

Linda cidade, São Paulo, apesar dela mesma. É certo que Marina vai dar um jeito, embora eu desconfie de que vai ser um trabalho bem demorado. Os dias estão limpos, com o sol recortando os edifícios contra um céu quase azul. Terei tempo de ver ao menos um filme -quem sabe este A Origem, cujo personagem central tem a profissão que sempre desejei, espião de sonhos- ou exposição de arte ou os poemas de Pessoa no Museu da Língua ou qualquer uma dessas tantas coisas interessantes que acontecem num universo paralelo ao da campanha eleitoral?
.
Por enquanto, assim: saudade e lembrança de um Acre quente e enfumaçado, imagens de um mundo orgânico ressecando antes de se decompor, um cansaço discreto e descansado, sonhos com sereias e monstros, calma no olho do furacão, mágicas no metrô, conversas civilizadas, canções na alma.
.
Vejo minha Terra neste final de semana, em que vou cantar parabéns para D. Nenem no seu centésimo aniversário. Depois, de volta à selva de pedra.
.
Em busca de um segundo turno.
.

6 comentários:

Thiago Silva disse...

Meu querido, fico contente em confirmar que poderei dar-te um abraço e desejar força na reta final. Nos veremos dia 17 e quiçá dia 18 tb.

Por aqui, fumaça como eu (neo-acreano) nunca tinha visto!

E na Vila, arrancaram-me o adesivo que colei na minha 'casa de Marina'. O desvairado ainda o amassou e jogou dentro de meu próprio terreno... Não há suspeito, e há muitos ao mesmo tempo.
O certo é que colei-o novamente e ainda adicionei outro em outro ponto do imóvel.

Marina, 43!!!
:)

Façamos a nossa parte!
Algum dia mereceremos a melhoria...

Nunca acreditei tanto assim!
Esperança, esperança de cor verde!!!


paz companheiro!

luciahelena disse...

Acho tb SAMPA especial. Faz tempo que não vou até lá, apesar de estar muita próxima aqui de Curitiba: de avião apenas 45 minutos. Sinto falta desta cidade em que morei tres vezes, apesar de ficar ao mesmo tempo encantanda com suas maravilhas, principalmente no mundo cultural, e muito assustada com o fato de ser uma verdadeira selva de pedra, caótica, poluídíssima, cujo tamanho dizem que é inviável governar. Uma cidade cheia de paradoxos.
Contudo, acho que se houvesse uma verdadeira política socioambiental para SAMPA ela teria chanches de se salvar de sua selva de pedra.´
Esse seria um grande desafio para a Marina que, com certeza está a sua altura, pois a grandiosidade dela como pessoa e política é maior que SAMPA, com certeza.
URGENTE, MARINA PRESIDENTE!!!
Abraços marinenses,
Lu

Walquíria Raizer disse...

A exposição do Pessoa está bonita. Gosto muito do Caieiros, então fiquei mais tempo vendo os dele.

Na parte da exposição permanente tem um mapa do Brasil. Daí você escolhe um lugar e ouve o sotaque. No Acre tem uma menina dizendo que era de nação nenhuma. Na aldeia, achavam que ela não era de lá. E na cidade também não.

Hoje, acho que entendo um pouco mais a menina.

Anônimo disse...

Antonio,
Meu, precisava ver hoje a multidão de marineiros paranaenses, curitibanos, para ver a MARINA chegar aqui em Curitiba, para tod@s confirmarem o voto na GRANDIOSA. Tinha mil bandeiras com o nome MARINA SILVA, banda e tudo o mais na Pça Santos Andrade, da Universidade central, num dia cheio de chuvas torrenciais. Esperamos das 4h00 da tarde às 19h00 a chegada dela, embaixo de chuva. Foi muito emocionante, pois Curitiba é uma das capitais brasileiras que mais vota em MARINA, cerca de 22% da população. E eu entrei no agito todo, estendendo e abanando a bandeira escrito bem grande MARINA SILVA PRESIDENTE em meio a mil outras bandeiras. Cheguei a me tatuar como se fosse uma garotinha; tatuei-me no rosto e no peito o rosto de Marina. Ela deu risada quando me viu tatuada e empulerada numa das colunas da Universidade para conseguir vê-la na coletiva de imprensa com todas as televisões nacionais e locais presentes. Foi rápido encontro mas, com certeza, emocionante e inesquecível. Sinto orgulho da minha cidade ter marinado e continuar marinando muito; até os últimos segundos estaremos mergulhados na campanha para chegarmos ao segundo turno. Aí ela é, com certeza, imbatível diante de um projeto novo e genuinamente consistente para o Brasil. Ela é a única, prestem tod@s a devida atenção!!!
Amanhã pela manhã, sábado, vamos fazer um Banner humano formando o número 43 e agitar muito a cidade com um marinaço!!!
Beijos marineiros,
luciahelena

luciahelena disse...

Antõnio,
Cara, hoje, 4 de outubto de 2010, dá para começar a virar o disco?
Estou cansadérrima deste textículo postado em 12 de setembro!!!
Nem para comentar a belíssima campanha da MARINA e o resultados das eleições... Principalmente a expressiva votação que a linda morena recebeu com a exposição de seu amplo projeto em todos os cantos e recantos do país, o qual superava - e ainda de longe supera - as dois candidatos mil vezes, contrariando inclusive as projeções das pesquisas eleitorais.
Seu capital político é tal, reconhecido por todos os brasileiros (imprensa, cientistas políticos e demais intelectuais, comentaristas, partidos políticos, movimentos da sociedade civil, etc), que a nossa MARINA, sempore GRANDIOSA tornou-se o fiel da balança no segundo turno. Ningúem tinha dimensionado a grandiosidade da Marina, e, agora, o Horroroso do Serra e a desenvolvimentista Dilma estão disputando seu apoio.
Afinal, ela apoiará um dos dois? Em princípio acho que MARINA deva ficar neutra, coerente ao seu amplo projeto de um BRASIL JUSTO E SUSTENTÁVEL e continue fazendo oposição crítica e qualificada a qualquer um dos candidatos que vencerem; que ela continue próximo dos núcleos vivos da sociedade com quem ela esteve e está sempre para a formação de uma ampla consciência e cultura socoambiental no Brasil (aliás este já foi o grande mérito de MARINA, não apenas se dedicou em sua campanha a pedir votos, mas junto a todos os segmentos da sociedade brasileira, fez um verdadeito trabalho de educação política e ambiental. Um trabalho ímpar.
Mas se for para apoiar alguém espero que ela não apoie o atraso, o retrocesso, o conservadorismo de centro-direita do Serra - a volta dos mandarins do passado como FHC, Serra e seus comparsas (ou sua corja). PSDB jamais!!! Nem como oposição eles serviram, de tão despreparados, casuístas e oportunistas que são. Na campanha apelaram vergonhasamente para a difamação do que consideravam sua principal adversária de forma mais espúria, imoral e anti-ética possível. Consta (Ver denúncias comprovadas pela Revista Carta-Capital, do grande jornalista Mino CARTA), que, inclusive, o Serra enquanto governador de São Paulo já se preparava para a sua candidatura comprando, por meio os mais escusos, parte da imprensa brasileira para que o apoiasse e veiculasse barbaridades de sua principal adversária - a Dilma. Se nem o Lula conseguiu implantar um governo de centro-esquerda pautado numa verdadeira social-democracia, imagine o Serra que de social-democrata não tem nada, embora seja filiado a uma sigla que falsamente indique isso. Aqui em Curitiba e no Paraná ganhou o playboy BETO Richa, aprendiz de ditador que impugnou mais de 15 dias os resultados das pesquisas que já não mostravam ser ele o favorável, estando quase empatado com seu adversário e proibiu que as pesquisas dos maiores institutos do Brasil fossem veiculadas na TV, nas rádios, nos jornais. E depois eles alarmam o povo brasileiro que a liberdade de expressão está sendo cerceada e iria ser restrita pelo governo do PT. Pois é, o Betinho Richa é do PSDB, o governador eleito pelos conservadores e corruptos do Paraná.
Bem, mas voltando ao assunto que interessa, MARINA terá que avaliar profundamente sua posição no segundo turno, sem jamais passar por cima de seus princípios e propostas, poi os princípios dela, assim com as suas propostas e projeto para o BRASIL estão bem acima dos dois candidatos que temos, agora, em nossa frente.
Abraços e beijos marineiros,
luciahelena brasileira.

Ana Cláudia Pupim disse...

sampa de cultura, céu cinzento quase azul, nostalgia...
as vezes faz alguém lembrar do que ainda não viveu..
alegria!